Mãe D'água - Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018

Notícias

Secretaria de Saúde e UFCG firmam parceria para promoção de ações voltadas ao controle de zoonoses

Em visita recente a Secretaria de Saúde de Mãe d’Água, a professora da UFCG, Márcia Almeida de Melo, participou de reunião com a secretária de Saúde, Sandra de Lourdes e os agentes de Vigilância em Saúde do Município.

“O objetivo desta reunião foi o de juntos, traçarmos um plano de trabalho no município, através de parceria firmada com a Secretaria de Saúde, para desenvolvermos atividades de controle de algumas zoonoses, com foco inicial na Leishmaniose Visceral, popularmente conhecida como calazar”, revelou a professora.

Ainda segundo ela, “será feito, inicialmente, um levantamento dos cães que vivem no município, por amostragem, uma vez que não é possível atender a todos os animais, num primeiro momento”.

“O trabalho realizado em parceria com a UFCG nos possibilitará um alcance maior sobre o número de animais, inclusive, esse trabalho será feito não só com os cães que estão nas residências, mas também e principalmente, com aqueles animais que estão nas ruas e que representam um risco maior para a população. Nossos agentes da Vigilância, com o apoio e o suporte técnico da professora e também de outros pesquisadores farão a coleta de material destes animais, onde será feito o envio das amostras para a UFCG e 6ª Gerência Regional de Saúde para fins de análises e orientações de condutas junto aos animais considerados positivos e junto a comunidade, garantindo assim, que todos os cuidados necessários sejam tomados”, complementou a secretária Sandra de Lourdes.

De acordo com Sandra, o trabalho será realizado com o apoio da Prefeitura Municipal e todas as atribuições e ações pertinentes a cada órgão foram colocadas no papel, onde tanto a Secretaria, como a professora Márcia Almeida assinaram e se comprometeram em cumprir cada um dos passos nele contidas.

“Além deste trabalho direto com os cães, nossa pesquisa também se dará em volta da busca pelo mosquito que transmite a Leishmaniose Visceral, o flebotomo ou mosquito-palha, bem como a questão do barbeiro, que apesar de ser vista como algo controlado, há relatos dos moradores de que foram vistos em algumas casas e é necessário que também façamos este acompanhamento, pois essa também é uma doença que pode ser transmitida para os cães e, posteriormente, chegar até o homem através do flebotomo”, concluiu a professora.

« Voltar
SIC PRESENCIAL

Rua Luiz Furtado de Figueiredo, 48, Centro | CEP: 58720-000 Mãe'Dágua - Paraíba

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda a sexta-feira das 08h às 13h